segunda-feira, 17 de setembro de 2012

O PROCON municipal de Cotia comemorou no dia 11 de setembro o 22º ano da criação do CÓDIGO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR.

O Procon de Cotia é um posto de atendimento gratuito, situado na Rua Jorge Caixe, 306, Cotia-SP, que orienta a população quanto aos direitos do consumidor. O serviço é oferecido através do convênio entre a Prefeitura e a Fundação Procon, uma instituição pública vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo.
Com o objetivo de atender às necessidades dos consumidores, o PROCON MUNICIPAL DE COTIA tem extrapolado ao simples atendimento de consultas ou fazer reclamações. Objetivando sempre a conciliação vem buscando aplicar-se num trabalho preventivo, por meio de palestras à comunidade, informando e orientando sobre o direito do consumidor tocante ao consumo consciente e o perigo do superendividamento que vem acometendo a muitas famílias.
O mundo moderno nos impõe a necessidade de adquirir sempre mais, desviando o sentido da vida para os objetos desejados. Em nossa caminhada precisamos, portanto, ter bem claro o que é fundamental e o que pode ser dispensado.

A Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON/COTIA, através do Advogado Mauro Antonio da Silva Alegre, Chefe da Divisão de Educação para o Consumo de Cotia (DEC – Cotia), deu inicio ao ciclo de palestras educativas que tem como proposta apresentar tema que possa contribuir na mudança de padrões de comportamento do consumidor, de maneira a gerar um consumo consciente e ciente de seus direitos e obrigações.
O PROCON MUNICIPAL DE COTIA disponibiliza as palestras para os Centros de Referência e Assistência Social – CRAS, Escolas, Centros de Convivência, Associações de Bairros, Igrejas, Entidades Sociais e Empresas.
 
 
Os temas abordados são:

1 – Economia Doméstica – proposta de educar o consumidor a administrar seus gastos domésticos;
 
2 – Consumo sustentável – conscientizar os consumidores sobre a preservação dos recursos naturais;
 
3 – Superendividamento para o idoso – alertar os idosos sobre os riscos e conseqüências do acesso ao crédito fácil, bem como apresenta dicas de como evitar o super endividamento.
 
4 – Consumismo infantil – trata sobre as cons equências e impactos sociais, ambientais e de saúde do consumismo na infância.
 
5 – Consumo e Violência  conceitua os impactos do consumismo na juventude e aponta a violência como uma das consequências deste fenômeno.

 
A apresentação de palestra poderá ser agendada através dos telefones:
 
(11) 4703-3473 (11) 4614-0694 (11) 4614-0695 (11) 4148-2002
 
Não sejamos apenas consumidores de produtos e serviços, mas fundamentalmente consumidores de ideias: http://proconcotia.blogspot.com.br

Coordenadora do PROCON MUNICIPAL DE COTIA: Advogada Sueli Rocha da Silva

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Procons de todo o Brasil promovem ações conjuntas para alertar consumidor sobre empréstimo consignado

No dia em que o Código do Consumidor completa 22 anos (11/9), a Associação Brasileira dos Procons (ProconsBrasil) inicia um trabalho conjunto em diversos Estados para alertar o consumidor sobre o empréstimo consignado, oferecido em geral, a servidores públicos e aposentados com pagamento das parcelas descontado em folha de pagamento ou do benefício(pensão ou aposentadoria).



Durante a semana, órgãos de defesa do consumidor estaduais e municipaisdistribuirão material educativo (veja aqui uma das cartilhas) promoverão palestras sobre o tema, além de fiscalizar o trabalho do correspondente bancário. A idéiados Procons é alertar o consumidor sobre os cuidados que deve ter ao obter um empréstimo consignado e os riscos sobre um possível superendividamento.

O empréstimo consignado é proposto por correspondentes bancários. Terceirizados ou não, esses profissionaisconhecidos comopastinhassão pagos para abordar servidores ou aposentados e pensionistas com propostas atrativas e promessas de juros mais baixos no parcelamento.

Segundo a presidente da Procons Brasil, Gisela Simona Viana de Souza, esse é um dos problemas graves enfrentados pelo consumidor que tem preocupado os Procons de todo o País, em especial na região Nordeste onde é registrado o maior número de reclamações sobre o tema. muitas falhas e a falta de clareza nas informações passadas ao consumidor,que acaba assinando o contrato sem saber ao certo o impacto do empréstimo nas suas contas. Não existe preocupação da instituição financeira envolvida em negociar ou reduzir taxa de juros nesses casos, porque não inadimplência que as parcelas são descontadas diretamente no salário do trabalhador.

algumas instituições financeiras que oferecem cartão de crédito consignado com limite superior ao permitido. Para isso, dividem o desconto da parcela da seguinte forma: uma parte na fatura do cartãodentro do estipuladopela legislação (10% do montante do benefício) e a diferença por meio de boleto bancário. Isso é ilegal pelo Código de Defesa do Consumidor e é uma prática abusiva, por isso, o consumidor deve ficarinformado para não aceitar esse tipo de oferta e denunciar.

ProconsBrasil

Fundada em 2009, a Associação Brasileira de Procons é uma entidade civil de âmbito nacional, sem fins lucrativos, com sede em Brasília (DF), formada por Procons Estaduais, Municipais e do Distrito Federal, que visa a integração dos órgãos de defesa do consumidor para ações e decisõesconjuntas para fortalecer e aprimorar a política nacional do setor.

O consumidor que tiver dúvidas ou quiser fazer uma reclamação, pode procurar o Procon de sua cidade.